Pelo que Mariah Carey está realmente esperando?

Mariah Logo

Rainha do R&B, dos charts, da Billboard, dos melismas, do registro apito, do Natal. De quem eu poderia estar falando se não de MC, ou Mimi para os mais íntimos? Mariah Carey, vista por muitos, hoje em dia, como uma cantora “brega” e apagada, pode não ser a artista mais completa que você conheça, mas, cara, ela já mandou e desmandou no mundo fonográfico quando Rihanna, Lady Gaga e Adele ainda sequer sabiam andar de bicicleta.

Dona de cinco oitavas (podendo atingir a sétima em uma nota aqui ou ali), esse soprano já vendeu mais de 200 milhões de álbuns, singles e vídeos a nível mundial (chooora haters)! Com 10 álbuns de estúdio, 2 natalinos, 1 trilha sonora, 1 disco de remixes, EPs e várias coletâneas, Carey já chegou ao topo da “Billboard 200” seis vezes e liderou a “Billboard Hot 100” com 18 de seus singles (isso sem levarmos em consideração os 6 top 5). Duvida? Seus discos e hits já foram classificados platina e ouro centenas de vezes. Sua fortuna, em 2007, foi estimada em US$ 225 milhões.

Como diva que se preze, Mariah já passou por altos e baixos ao longo da sua trajetória. Uma queda na vendagem de seus discos foi percebida ainda em 1997, quando lançou o disco “Butterfly”, um divisor de águas em sua carreira. Adotando uma imagem mais sexy, madura e voltada ao R&B, seus vídeos começaram a tomar um rumo diferente e suas composições passaram a apresentar uma profundidade maior. Só que, tudo foi de mal a pior em 2001, com o lançamento de “Glitter”, o filme que trazia a trilha sonora e um projeto gigantesco, que se deu no mesmo dia aos ataques terroristas ao World Trade Center e levou as Torres Gêmeas a pó. Maldade com a loira!

Mariah Carey durante uma de suas apresentações
Mariah Carey durante uma de suas apresentações

É claro que MC não desistiria tão fácil! “Sem saber se poderia conseguir se suportar a noite, ela se segurou a sua fé, lutou, orou e encontrou seu caminho” (“Make It Happen”) ao lançar o aclamadíssimo “The Emancipation Of Mimi” que trouxe consigo uma das baladas mais consagradas de todos os tempos: “We Belong Together”. A música permaneceu em #1 durante 14 semanas não consecutivas e, a nova era trouxe à cantora os Grammys de “Melhor Performance Vocal Feminina de R&B”, “Melhor Canção de R&B”, por “We Belong Together” e “Melhor Álbum de R&B Contemporâneo”, pelo “Emancipation”. Mais tarde, ela ainda conseguiria mais um #1 em sua carreira, desta vez por “Touch My Body”.

E agora, depois de tanto fazer história e após lermos todos esses feitos eu lhes pergunto: por onde anda essa Mariah Carey?

Seu último álbum foi “Memoirs Of An Imperfect Angel”, de 2009, que apesar de recolocar o nome da artista de volta ao topo da mídia, teve um andamento bem, bem morno (se compararmos com os gigantes “Music Box” e “Daydream”).

De lá pra cá, a cantora tem trabalhado em seu novo disco, adiado tantas vezes que os fãs provavelmente já perderam a conta. O primeiro carro-chefe anunciado foi “Triumphant (Get ’Em)”, uma parceria com os rappers Rick Ross e Meek Mill. Resultado? O candidato a hit foi um fracasso: nem entrou para a “Billboard Hot 100”, ocupando #115.

Logo após, foi a vez de “Almost Home” ver a luz do dia. A brilhante canção, na verdade, nada mais foi que um single promocional para o longa “Oz: Mágico e Poderoso”, e é claro, mal foi promovida.

Na sequência, temos “#Beautiful”, dueto com o cantor Miguel. Desta vez, aparentemente de volta aos trilhos e rumo ao sucesso, a música nadou, nadou, nadou e morreu em #15 – o que hoje em dia já é um trunfo muito grande. Mas não quando falamos de MC, a “Rainha dos #1s”.

Mimi na capa do single
Mimi na capa do single “The Art Of Letting Go”

Não satisfeita e, esperançosa de que poderia, mais uma vez, mostrar ao mundo todo o seu talento vocal e poder de ressurgir das cinzas, foi anunciada a misteriosa “The Art Of Letting Go”. A balada, anunciada como o maior retorno de todos os tempos, nada mais foi que a maior humilhação que um artista do nível de Carey poderia passar: o single atingiu #119, pior mesmo que a fracassada “Triumphant (Get ’Em)”.

Agora, prestes a lançar sua nova música de trabalho (rumores apontam que o nome em questão seja “Be Mine”, o que foi desmentido por um amigo da cantora), todos nos voltamos, mais uma vez, para a Grande Voz. Um novo videoclipe é aguardado para esta semana e uma apresentação ao vivo da nova música foi anunciada para o dia 12/02, próxima quarta-feira, no “The View”, na ABC.

O novo álbum da estrela, “The Art Of Letting Go”, deverá ser lançado no final da primavera do hemisfério norte, o que equivale a março-maio. Mas, a questão que não quer calar é: quando Mariah voltará a ser a artista que foi um dia? MC, nós queremos te ver no topo novamente, aplaudir cada apresentação e torcer para novas indicações ao Grammy. Queremos chorar com seus vídeos bem elaborados, contar para aquela tia que só te conhece por “Without You” que você voltou e nos orgulharmos de tudo isso. Mas, pra que isso seja possível, nós precisamos da sua coragem.

Não conseguir um #1 não é motivo para vergonha, mas sim para continuar seguindo em frente e dar aos fãs tudo o que eles estão pedindo no momento: a sua voz. Não deixe o mundo calar a voz mais poderosa da indústria fonográfica, nós sabemos que ela continua mais forte do que nunca.

♪ And then a hero comes along, with the strength to carry on, and you cast your fears aside, and you know you can survive. So when you feel like hope is gone, look inside you and be strong, and you’ll finally see the truth, that a hero lives in you ♫

PS: Foi divulgado que o nome do novo single da cantora é “You’re Mine”, e não “Be Mine”, como antes estipulado e desmentido.

Anúncios

Um comentário sobre “Pelo que Mariah Carey está realmente esperando?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.