13 grandes clássicos do terror

Intro

A sexta-feira 13 já passou, mas, ainda dá tempo de comemorar uma das datas mais supersticiosas da História. Nada mais é que uma sexta-feira comum que acaba caiando no 13º dia de qualquer mês, tido como muitos como um dia de azar.

Para o Cristianismo, o bendito (ou maldito) 13 traz má sorte devido a duas situações bíblicas marcantes: Jesus foi crucificado numa sexta-feira e, na última ceia, 13 pessoas sentaram-se à mesa sagrada. Para a Numerologia, o 13 é considerado um número irregular, que causa desordem e infortúnio, indo em direção oposta ao número 12: este completo (12 meses do ano, 12 apóstolos de Jesus, 12 constelações do zodíaco etc). No tarô, 13 é o número que simboliza a morte. Agatha Christie, famosa escritora britânica, nomeou uma de suas obras como “Treze à Mesa” (“Lord Edgware Dies”, no original). O livro, publicado em 1933, disserta sobre um romance policial e brinca com a situação supersticiosa de que 13 pessoas sentadas a uma mesa causa azar.

Após essa pequena introdução simplória, acho que já dá pra termos uma ideia do porque de muita gente temer essa data (e claro, não é pra menos). Abaixo, tentei relacionar 13 grandes filmes que, após tantas décadas, deixaram sua marca na história cinematográfica e se tornaram clássicos do terror. Alguns mais impactantes do que outros, vale a pena conferir um por um e, quem sabe, correr pra locadora mais próxima em busca dos títulos a seguir listados:

#13. PÂNICO (Scream)

Pânico

Okay, muitos podem olhar para “Pânico” e não associá-lo a uma lista com os 13 clássicos do terror, mas, é inegável a influência que esse longa gerou em qualquer filme de terror ou suspense que seja posterior ao seu lançamento. Imagine a seguinte situação: você está em casa, numa sexta-feira à noite, sozinho, quando o telefone toca e algum desconhecido começa a lhe fazer perguntas relacionadas a filmes de terror. É como um jogo, se você acerta, vive; se erra, morre. E o pior: esse desconhecido já está dentro da sua casa, escondido em algum cômodo. A partir desta deixa, entra cena o tão temido Ghostface, assassino mascarado que portando uma afiada faca parte pra cima de suas vítimas com a intenção de estripá-las. Caberá a jovem Sidney Prescott, interpretada pela talentosíssima Neve Campbell, desvendar o mistério e encontrar o assassino que tem ido atrás de todos os seus amigos e comandado uma sanguinária matança em sua cidade. Destaque para a participação especial de Drew Barrymore e a presença de Courtney Cox, que na época estava no auge de sua carreira por conta do seriado “Friends”.

VEJA O TRAILER DE “PÂNICO”

Ano: 1996

Diretor: Wes Craven (o criador de Freddy Krueger)

Elenco: David Arquette, Neve Campbell, Courteney Cox, Drew Barrymore, Matthew Lillard, Rose McGowan e Skeet Ulrich

Distribuição: “Dimension Films”

Rotten Tomatoes: 80/100

Box Office Mojo: Orçamento: US$ 14 milhões | Receita: US$ 173 milhões

#12. IT – UMA OBRA PRIMA DO MEDO (It)

It

Baseado na obra de Stephen King de mesmo nome, os eventos se iniciam após, na cidade fictícia de Derry, no Maine, uma criatura conhecida como “A Coisa” atacar suas vítimas trajada, na maior parte das vezes, como o palhaço dançarino Pennywise. O antagonista, como não poderia deixar de ser, se alimenta dos medos e inseguranças das crianças após ler suas mentes e descobrir quais são suas maiores fobias. Foi filmado em dois capítulos para a televisão norte-americana, indo ao ar pela “ABC”, em novembro de 90. Com quase 3 horas de duração, o ator Tim Curry (o gerente do hotel de “Esqueceram de Mim 2”) foi o responsável por dar vida ao tão temido vilão.

Apesar de não estar associado, o enredo lembra muito o caso real do serial killer John Wayne Gacy que atacava suas vítimas (garotos com idade entre 15 a 21 anos) durante o dia. Em seu Oldsmobile preto, o cara oferecia emprego em sua construtora e, ao dar carona ao rapaz escolhido, o dopava com clorofórmio, levava para sua casa e o molestava sexualmente. Detalhe: vestido de palhaço. Você pode conferir aqui mais sobre o caso real do Palhaço Assassino.

VEJA O TRAILER DE “IT – UMA OBRA PRIMA DO MEDO”

Ano: 1990

Diretor: Tommy Lee Wallace (o diretor de “Halloween III”)

Elenco: Harry Anderson, Dennis Christopher, Richard Masur, Annette O’Toole, Tim Reid, John Ritter, Richard Thomas, Jonathan Brandis, Marlon Taylor, Seth Green, Adam Faraizl, Emily Perkins, Brandon Crane, Ben Heller e Tim Curry

Distribuição: “Warner Bros. Television”

Rotten Tomatoes: 67/100

Orçamento: desconhecido | Receita: desconhecido

#11. A PROFECIA (The Omen)

Profecia

Baseado na obra de David Seltzer de mesmo nome, o filme narra a história do menino Damien, de 5 anos, filho de Satanás nascido de um chacal na 6ª hora do 6º dia do 6º mês, destinado a ser o Anticristo. Inserido na família de um importante diplomata, acontecimentos sinistros parecem acontecer sempre que o garoto está por perto, desde acidentes inesperados a mortes de pessoas que, de alguma forma, estão envolvidas a Damien. Marcado com o número da besta (666), o primeiro Damien foi interpretado por Harvey Spencer Stephens. Um remake foi lançado em 2006, além, é claro, das outras 2 sequências do primeiro longa, de 1976.

O mais interessante, porém, foram as coincidências que circundam o filme nos seus bastidores. Entre os mais bizarros (vôos atingidos por raios, cachorros treinados que atacavam seus adestradores) destacamos um bem peculiar: pouco depois de o ator Gregory Peck aceitar o papel do pai do Anticristo, seu filho na vida real cometeu suicídio.

Foi nomeado a duas categorias do Oscar, vencendo uma delas por sua trilha sonora. Confira aqui outras situações no mínimo estranhas que rodearam “A Profecia”.

VEJA O TRAILER DE “A PROFECIA”

Ano: 1976

Diretor: Richard Donner (diretor de “Os Goonies”)

Elenco: Gregory Peck, Lee Remick, David Warner, Billie Whitelaw e Harvey Spencer Stephens

Distribuição: “20th Century Fox”

Rotten Tomatoes: 85/100

Box Office Mojo: Orçamento: estima-se US$ 2,8 milhões | Receita: US$ 60,9 milhões

#10. HALLOWEEN – A NOITE DO TERROR (Halloween)

Halloween

“Haloween” conta a trajetória de Michael Myers, serial killer desde a infância que assassinou a irmã numa noite de Halloween, aos 6 anos de idade. Internado durante 15 longas primaveras num sanatório, o moço foge de local e retorna a sua cidade natal, aonde irá cometer uma das maiores chacinas dos cinemas. Criado por John Carpenter, o personagem foi inspirado em um menino real que o diretor conheceu num hospital psiquiátrico. Na ocasião, o garoto estava olhando para uma janela (cena que recriou no filme) e John viu nele olhos tão cheios de ira que ficou impressionado, decidindo levar para o longa.

O filme traz ainda a estreia de Jamie Lee Curtis (conhecida também por sua atuação em “Sexta-Feira Muito Louca”, ao lado de Lindsay Lohan) nas telonas, atuando posteriormente em cinco das sequências. Apenas para título de curiosidade, Curtis é filha de Janet Leigh, famosa por fazer parte do elenco de “Psicose”. Aqui dá pra ler muitas curiosidades interessantes sobre o filme.

VEJA O TRAILER DE “HALLOWEEN – A NOITE DO TERROR”

Ano: 1978

Diretor: John Carpenter

Elenco: Donald Pleasence, Jamie Lee Curtis, P. J. Soles e Nancy Loomis

Distribuição: “Warner Bros. Pictures”

Rotten Tomatoes: 94/100

Box Office Mojo: Orçamento: US$ 325 mil | Receita: US$ 47 milhões

#9. POLTERGEIST – O FENÔMENO (Poltergeist)

Poltergeist

Uma típica família norte-americana dos anos 80 vive feliz no subúrbio da Califórnia, no belo condomínio “Cuesta Verde”. Tudo está em seu devido lugar até que a filha mais jovem do casal, Carol Anne, interpretada por Heather O’Rourke, aparentemente em uma de suas brincadeiras de criança, começa a conversar com o televisor. É a partir daí que uma série de fatos sobrenaturais toma conta de tudo que se encontra dentro da casa. O ápice de tudo se concretiza quando a menina, sem qualquer explicação coerente, desaparece e desencadeia o desespero de sua família. Com a ajuda de paranormais e médiuns, Steve Freeling e sua esposa tentarão encontrar a filha e solucionar a grande desordem que está deixando todos apavorados.

Assim como “A Profecia”, “Poltergeist” também possui mortes inexplicáveis após o lançamento de seu debut e sequências. O’Rourke, que estrelou os três filmes da série, sofreu uma parada cardíaca, e, após ser reanimada, foi levada a um hospital infantil, aonde morreu por complicações intestinais, aos 12 anos de idade.

O longa foi nomeado a três categorias do Oscar por seus efeitos especiais e trilha sonora. Você pode conferir outras histórias trágicas sobre a “Maldição de Poltergeist” neste link.

VEJA O TRAILER DE “POLTERGEIST – O FENÔMENO”

Ano: 1982

Diretor: Tobe Hooper (co-escrito e co-produzido por Steven Spielberg)

Elenco: Craig T. Nelson, JoBeth Williams, Beatrice Straight e Heather O’Rourke

Distribuição: “Metro-Goldwyn-Mayer”

Rotten Tomatoes: 87/100

Box Office Mojo: Orçamento: estima-se US$ 10,7 milhões | Receita: US$ 76,6 milhões

#8. PSICOSE (Psycho)

Psicose

Baseado na obra de Robert Bloch de mesmo nome, que por sua vez foi inspirado nos crimes de Ed Gein, um serial killer de Wisconsin, Estados Unidos, “Psicose” traz Janet Leigh no papel da secretária Marion Crane e Anthony Perkins como Norman, o dono do “Motel Bates”. O desfecho tem início quando Marion, após ver a oportunidade de mudar sua vida da água para o vinho, foge sem rumo com US$ 40 mil dólares da imobiliária de onde trabalha. Perdida, a moça se vê segura no “Motel Bates”, um estabelecimento decadente abandonado no tempo. Foi no quarto em que estava hospedada que Alfred Hitchcock gravou a cena mais icônica dos cinemas: o esfaqueamento debaixo do chuveiro.

É considerado o clássico dos clássicos da história cinematográfica, sendo classificado como um filme “culturalmente, historicamente e esteticamente significante” para a preservação do “National Film Registry” ao lado de “Alien”, “O Exorcista”, “Halloween”, “It” e tantos outros.

Foi indicado ao Oscar nas categorias de “Melhor Atriz Coadjuvante” (Janet Leigh), “Melhor Fotografia”, “Melhor Direção de Arte” e “Melhor Direção” (Alfred Hitchcock). Você confere aqui curiosidades sobre a produção de “Psicose”.

VEJA O TRAILER DE “PSICOSE”

Ano: 1960

Diretor: Alfred Hitchcock (diretor de “Os Pássaros”)

Elenco: Anthony Perkins, Vera Miles, John Gavin e Janet Leigh

Distribuição: “Paramount Pictures” (originalmente) e “Universal Pictures” (posteriormente)

Rotten Tomatoes: 96/100

Box Office Mojo: Orçamento: US$ 806 mil | Receita: US$ 50 milhões

#7. O SILÊNCIO DOS INOCENTES (The Silence of the Lambs)

Silencio dos Inocentes

Baseado na obra de Thomas Harris de mesmo nome, publicado em 1988, é o segundo livro a trazer o psiquiatra-canibal e desequilibrado Hannibal Lecter como queridinho dos amantes de romances policiais. Clarice Starling (Jodie Foster) é uma novata do FBI que está à procura de Buffalo Bill, serial killer à solta que tem causado o caos por onde passa. Servindo-se da ajuda do Dr. Lecter (Anthony Hopkins), a agente policial vai aos poucos formando o perfil psicológico do assassino e ligando os pontos que unem os crimes cometidos. Sempre à procura de vítimas femininas, a marca deixada pelo homicida é constantemente a mesma: casulos de mariposa introduzidos no interior dos cadáveres.

Indicado a 7 categorias do Oscar, venceu 5 delas: “Melhor Ator” (Hopkins), “Melhor Atriz” (Foster), “Melhor Direção”, “Melhor Filme” e “Melhor Roteiro Adaptado”.

VEJA O TRAILER DE “O SILÊNCIO DOS INOCENTES”

Ano: 1991

Diretor: Jonathan Demme (diretor de “Sob o Domínio do Mal”)

Elenco: Jodie Foster, Anthony Hopkins, Scott Glenn e Ted Levine

Distribuição: “Orion Pictures”

Rotten Tomatoes: 94/100

Box Office Mojo: Orçamento: US$ 19 milhões | Receita: US$ 272,7 milhões

#6. BRINQUEDO ASSASSINO (Child’s Play)

Brinquedo Assassino

Não é de hoje que brinquedos possuem a capacidade de assustar os mais grandinhos, e isso definitivamente foi aflorado em “Brinquedo Assassino”, clássico cult dos fim dos anos 80. Charles Lee Ray, apelidado carinhosamente de Chucky, é um serial killer foragido que, após ser baleado, transfere sua alma por meio de magia negra para o corpo de um boneco da linha “Bonzinho” (Good Guy) para escapar da morte. Indo parar na casa de Andy Barclay, um garotinho que há muito sonhava com um exemplar do brinquedo, Chucky se vê preso e sem muitas opções de fuga. O que ele não sabe, porém, é que deverá transferir novamente sua alma para o corpo de quem primeiramente revelou sua verdadeira identidade, sob o risco de viver eternamente num corpo de plástico e espuma. Correndo contra o relógio, o assassino começa sua luta por uma nova vida; e Andy, pela sua sobrevivência.

VEJA O TRAILER DE “BRINQUEDO ASSASSINO”

Ano: 1988

Diretor: Tom Holland (escritor do “Psicose II”)

Elenco: Catherine Hicks, Chris Sarandon, Alex Vincent e Brad Dourif

Distribuição: “United Artists”

Rotten Tomatoes: 69/100

Box Office Mojo: Orçamento: estima-se US$ 9 milhões | Receita: US$ 44,1 milhões

#5. SEXTA-FEIRA 13 (Friday the 13th)

Sexta-Feira 13

Saga que deu início aos inúmeros longas antagonizados por Jason Voorhees, o primeiro deles foi lançado em 1980, estrelado por Adrienne King, no papel da mocinha Alice Hardy, e Betsy Palmer, como a protetora Pamela Voorhees, mãe de Jason. Jason é um garoto com problemas mentais e deformidades físicas que morre afogado no acampamento de Crystal Lake, Illinois, por descuido dos monitores do local. Sua morte, é claro, será vingada (motivo este que iniciará a matança presente nos 12 filmes da série). O que muitos não sabem, porém, é que a característica máscara de hóquei usada pelo grandalhão somente é vista a partir de “Friday the 13th Part III”.

Inspirado em “Halloween”, de John Carpenter, o longa teve um orçamento baixíssimo, avaliado em US$ 550 mil dólares. O baixo investimento, porém, não foi um obstáculo para que o filme se tornasse um dos mais memoráveis do horror mundial. Ao lado de Freddy Krueger, Jason – que foi criado por Victor Miller (roteirista), Ron Kurz, Sean S. Cunningham (o diretor do primeiro filme) e Tom Savini – se tornou num dos vilões mais temidos de todos os tempos, sendo comumente reconhecido por sua extrema frieza e virilidade. Foi um dos primeiros filmes a ter Kevin Bacon no elenco. Clique aqui para conferir curiosidades sobre as filmagens e pós-produção do longa.

VEJA O TRAILER DE “SEXTA-FEIRA 13”

Ano: 1980

Diretor: Sean S. Cunningham

Elenco: Betsy Palmer, Adrienne King, Harry Crosby, Laurie Bartram, Jeannine Taylor, Kevin Bacon, Mark Nelson, Robbi Morgan e Ari Lehman

Distribuição: “Paramount Pictures” (EUA) “Warner Bros.” (internacionalmente)

Rotten Tomatoes: 59/100

Box Office Mojo: Orçamento: estima-se US$ 550 mil | Receita: US$ 39,7 milhões

#4. ALIEN, O 8º PASSAGEIRO (Alien)

Alien

O vencedor do Oscar de “Melhores Efeitos Especiais” não está em nossa lista por um mero acaso. “Alien”, de 1979, influenciou uma centena de filmes inspirados em ficção científica combinados com terror que posteriormente conquistaram o gosto popular – e claro, somente comprovaram a magnitude de nosso longa estrelado por Sigourney Weaver. Uma tripulação de uma nave espacial recebe um sinal estranho vindo de um planeta próximo a sua localização. Aterrissando no local, logo eles perceberão que jamais deveriam ter atendido ao chamado que colocará em risco a vida de todos da espaçonave. De volta ao espaço, eles levam consigo o tão temido oitavo passageiro, um alienígena que se desenvolve usando seres humanos como hospedeiros.

Muitos críticos têm visto uma forte conotação sexual referente ao modo como o parasita se desenvolve dentro de seus hospedeiros. A “invasão bucal” que o “facehugger” (2ª fase vital do alienígena) acomete em suas vítimas foi comparada a um “estupro oral”, sendo direcionado tanto a homens como a mulheres desavisados.

“Alien” gerou 4 filmes principais estrelados por Weaver: “Alien” (1979), “Aliens” (1986), “Alien 3” (1992) e “Alien Resurrection” (1997); dois crossovers (“Alien vs. Predator”, de 2004 e “Aliens vs. Predator: Requiem”, de 2007); e um spin-off (“Prometheus”, de 2012), sendo que os mais bem aceitos pela crítica foram os dois primeiros.

VEJA O TRAILER DE “ALIEN, O 8º PASSAGEIRO”

Ano: 1979

Diretor: Ridley Scott (diretor de “Robin Hood”, de 2010)

Elenco: Tom Skerritt, Sigourney Weaver, Veronica Cartwright, Harry Dean Stanton, John Hurt, Ian Holm e Yaphet Kotto

Distribuição: “20th Century Fox”

Rotten Tomatoes: 97/100

Box Office Mojo: Orçamento: US$ 11 milhões | Receita: US$ 104,9 milhões

#3. A HORA DO PESADELO (A Nightmare on Elm Street)

Hora do Pesadelo

A mente humana, definitivamente, ao mesmo momento que é capaz de libertar, também pode prender e causar inseguranças a qualquer pessoa com sua sanidade controlada. Essa é uma das questões que “A Hora do Pesadelo” aborda em todos os seus sete filmes, o que consequentemente fez dela uma das séries mais autênticas já elaboradas para os cinemas. Pior que um vilão de carne e osso, definitivamente, é um vilão fantasioso que ataca suas vítimas em outro espaço e tempo. Este é Freddy Krueger, o “Mestre dos Sonhos”, que pratica suas atrocidades no fabuloso mundo dos sonhos. O esquema é simples: você cai no sono e, enquanto está dormindo e sonhando com o Sr. Krueger, dificilmente terá a oportunidade de acordar novamente no mundo em que vivemos.

Usando uma luva com navalhas nos dedos, um surrado suéter listrado de vermelho e verde e um simpático chapéu marrom, o corpo todo queimado de Freddy dificilmente sairá de sua mente. Serial killer nato, o desfigurado homem foi queimado ainda vivo pela população da fictícia Springwood, Ohio, após assassinar diversas crianças da cidade. Sobrevivendo no subconsciente de pessoas que, de alguma forma, possuem contato com o cara, ele tenta a todo custo voltar para o nosso mundo para reviver seu império de horror. Interpretado pelo brilhante Robert Englund, Heather Langenkamp foi quem deu vida a Nancy, a jovem garota que terá de enfrentar o homicida. Freddy Krueger é uma criação do diretor Wes Craven, o mesmo de “Pânico”. Venha você também morar na Rua Elm!

VEJA O TRAILER DE “A HORA DO PESADELO”

Ano: 1984

Diretor: Wes Craven

Elenco: Heather Langenkamp, Robert Englund, Johnny Depp, John Saxon, Nick Corri, Amanda Wyss e Ronee Blakley

Distribuição: “New Line Cinema”

Rotten Tomatoes: 96/100

Box Office Mojo: Orçamento: estima-se US$ 1,8 milhão | Receita: US$ 25,5 milhões

#2. O ILUMINADO (The Shining)

Iluminado

Baseado na obra de Stephen King de mesmo nome, é um dos livros mais populares do escritor, juntamente com “Carrie, A Estranha”, “O Cemitério” e mais recentemente a saga “A Torre Negra”. Jack Torrance é um pai de família que recebe a proposta de trabalhar como zelador de um gigantesco hotel que é desativado esporadicamente por conta do intenso inverno que acomete a região. Levando consigo sua esposa e filho, Jack aproveita a solidão do lugar pra escrever seu próximo livro. Porém, é a mesma solidão que confrontará toda a família e fará de Torrance a próxima vítima da síndrome da cabana. Uma vez isolado com Danny e Wendy longe da grande civilização, este se rebelará e mostrará um instinto caçador jamais visto antes. Isso sem contar, obviamente, com a ajuda de fantasmas e outros mistérios que vão se revelando com o desenrolar do enredo.

Assuntos polêmicos como predestinação, reencarnação e iluminação para se prever o futuro também estão inseridos no contexto do filme. Com cenas marcantes, as irmãs Grady (interpretadas pelas irmãs Lisa e Louise Burns) obtiveram êxito e assinalaram a história cinematográfica em uma das imagens mais perturbadoras já gravadas. Protagonizado por Jack Nicholson e Shelley Duvall, Stephen King é uma das pessoas que não curtiu a versão para as telonas de sua obra, como já dito anteriormente em entrevistas. Algumas curiosidades podem ser lidas neste link.

VEJA O TRAILER DE “O ILUMINADO”

Ano: 1980

Diretor: Stanley Kubrick

Elenco: Jack Nicholson, Shelley Duvall, Danny Lloyd e Scatman Crothers

Distribuição: “Warner Bros.”

Rotten Tomatoes: 92/100

Box Office Mojo: Orçamento: US$ 19 milhões | Receita: US$ 44,3 milhões

#1. O EXORCISTA (The Exorcist)

Exorcista

Baseado na obra de William Peter Blatty de mesmo nome, que por sua vez teve inspiração num exorcismo real de um garoto de 14 anos documentado na década de 40, é ululante o “Exoscista” estar em #1 nesta lista de clássicos do terror. Lançado em 1973, ouso dizer que de lá pra cá nenhum filme do gênero conseguiu superar ou atingir o patamar em que este se encontra. Estrelado pela magnífica Linda Blair, que na época do lançamento contava com apenas 14 anos, chegou a receber 10 indicações ao Oscar, vencendo em 2 categorias: “Melhor Roteiro Adaptado” e “Melhor Mixagem de Som”.

Regan, uma menina de 12 anos, demonstra o início de sintomas de uma doença até então desconhecida que deixa sua mãe desesperada. Tendo convulsões e até mesmo manifestando poderes sobrenaturais, é submetida a diversos tratamentos médicos, nenhum apontando qualquer irregularidade em seu estado de saúde. Com o esgotamento dos recursos da Medicina, é sugerido a Chris MacNeil (Ellen Burstyn) que procure um exorcista e tente curar sua filha por meio de um ritual religioso. Possuída pelo demônio Pazuzu, Regan fará da vida de sua mãe e dos padres Merrin e Damien Karras um verdadeiro inferno na Terra, com direito a vômito verde, masturbação com crucifixos e efeitos especiais capazes de fazer qualquer um urinar nas calças.

Seguindo a linha de “Poltergeist” e “A Profecia”, “Exorcista” também possui algumas peculiaridades mortais, que podem ser vistas por meio das 13 maldições do filme.

VEJA O TRAILER DE “O EXORCISTA”

Ano: 1973

Diretor: William Friedkin

Elenco: Linda Blair, Ellen Burstyn, Max von Sydow, Lee J. Cobb, Kitty Winn, Jack MacGowran, Jason Miller e Mercedes McCambridge

Distribuição: “Warner Bros.”

Rotten Tomatoes: 88/100

Box Office Mojo: Orçamento: estima-se US$ 12 milhões | Receita: US$ 441,3 milhões

BÔNUS

O SEXTO SENTIDO (The Sixth Sense)

Sexto Sentido

“Eu vejo gente morta”. Com esta frase, Haley Joel Osment adquiriu reconhecimento mundial e Bruce Willis consolidou ainda mais sua brilhante carreira no cinema. A história do menino perturbado que via espíritos e é ajudado por um psicólogo que está passando por problemas em seu casamento foi indicada nada menos que seis vezes ao Oscar por “Melhor Ator Coadjuvante” (Osment), “Melhor Atriz Coadjuvante” (Toni Collette), “Melhor Direção”, “Melhor Edição”, “Melhor Filme” e “Melhor Roteiro Original”.

VEJA O TRAILER DE “O SEXTO SENTIDO”

Ano: 1999

Diretor: M. Night Shyamalan

Elenco: Bruce Willis, Haley Joel Osment e Toni Collette

Distribuição: “Buena Vista Pictures”

Rotten Tomatoes: 85/100

Box Office Mojo: Orçamento: US$ 40 milhões | Receita: US$ 672,8 milhões

Anúncios

Um comentário sobre “13 grandes clássicos do terror

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.