Falando coisas… (com Yellow)

Quem acompanha o Caí da Mudança já há certo tempo pode estar achando que o nosso prezado “Falando coisas…” acabou por ser jogado às traças, mas, não é porque o deixei um pouquinho de lado que tive a intenção de engavetar esse projeto super legal. Agora, se você é novo no blog e não faz ideia do que eu estou falando, talvez seja o momento de dar uma olhadinha no que já rolou por aqui em nossos divertidíssimos bate-papos com a “Amadora”, a “Compasso Descompassado” e o “Clichê de Adolescente”.

“Falando coisas…” é um especial criado por mim que tem o intuito de trazer para vocês, queridos leitores, alguns dos blogs e sites mais legais que eu acompanho no meu apertado tempo disponível no mundão da internet. Apresentando um questionário bem divertido sobre diversos assuntos de interesse cultural e social, o nosso hóspede da vez é convidado a responder cada pergunta e dar um gostinho do que vocês poderão encontrar visitando as suas respectivas páginas.

Trazendo uma super parceria que está constantemente presenteando os seus seguidores com os posts mais legais sobre livros, filmes, arte e muita música, a Lari é a escritora do “Yellow” e não faz questão de nos esconder todo o seu bom gosto com os assuntos que domina tão bem. Também disponível no Facebook (você não vai querer perder nenhum post novo, não é mesmo?), a partir de agora você conhecerá um pouquinho mais sobre essa mineirinha muito gente boa.

Yellow, fique à vontade: a casa é sua!


1. Se apresente para nós em poucas palavras:

YELLOW: Lari vem de Larissa (tem gente que já me perguntou se Lari é meu nome). Já passei dos vinte-e-poucos anos e vivi todos eles aqui na terra do Pão de Queijo. Tenho uma estranha sensação de que pertenço a um outro universo e, para facilitar minha adaptação aqui, escuto muita, muita música 🙂 Já ouvi estilos variados, mas tenho o rock como favorito. Sou formada em Jornalismo e tenho pós em Mídias Sociais. Já trabalhei com Esporte, Política e Religião. Precisa de mais?

2. O que te levou a escrever e criar um blog:

YELLOW: Tomei essa decisão há muitos anos, mais de 10, quando criei meu primeiro e já extinto blog. À época, criei porque descobri que podia escrever e postar em um “lugar” online. Eu nem sequer pensava em leitores. De lá pra cá, tive alguns outros espaços antes do atual. O Yellow surgiu da vontade de fazer algo novo em uma nova fase da vida.

3. O que te levou a dar o nome do seu blog?

YELLOW: Não sei dizer ao certo. A verdade é que eu tenho uma dificuldade enorme com nomes. Adoro inglês e fiquei pensando em palavras que teriam uma sonoridade interessante enquanto ouvia Nirvana. Ai cheguei a um nome que me lembra uma música dos caras. Tem um pouquinho disso lá no “sobre” do Yellow. 🙂

4. Um top 3 dos seus livros, séries, filmes e músicas/discos/cantores favoritos

YELLOW: Eu sou péssima para escolher favoritos então essa listagem vai ser feita agora e, muito provavelmente, vai mudar da próxima vez que eu for falar sobre.

a) Livros:

YELLOW: Os Quatro Compromissos, Precisamos falar sobre o Kevin, A Cabana.

b) Séries:

YELLOW: Gilmore Girls, Friends e Dexter.

c) Filmes:

YELLOW: Jurassic Park, Quase Famosos e Pequena Miss Sunshine.

d) Músicas/discos/cantores:

YELLOW: Posso colocar por artista? Nirvana, Foo Fighters e Amy Winehouse.

5. Uma personagem favorita:

YELLOW: Pheobe Buffay (peguei uma de séries, ok?!).

6. Um hobbie:

YELLOW: Desenhar.

7. Pratica alguma atividade física?

YELLOW: Algumas… Faço academia: TRX e uma aula que envolve alongamento, equilíbrio, yoga e tai chi chuan. Quando dá (leia, quando meu joelho permite), eu também corro um pouquinho.

8. O que gosta de fazer quando está sozinho(a):

YELLOW: Ouvir música. Sempre gosto mas, sobretudo, quando estou sozinha.

9. O que mudaria e o que não mudaria em você?

YELLOW: Mudaria minha falta de senso de localização. Serve? Rs. Eu não mudaria minha introspecção. Muita gente pensa que ser introspectivo é ruim, mas isso não é verdade. 😉

10. Se considera bom em alguma coisa?

YELLOW: Escrever e ouvir os desabafos dos amigos rs.

11. Sua maior inspiração:

YELLOW: Maior, maior assim eu não tenho. Mas, admiro muito a Gisele Bundchen e nem é só porque ela é bonita! Gosto bastante de forma como ela demonstra ter equilíbrio em tudo na vida e ela sempre me transmite algo bom. Inclusive, o livro “Os Quatro Compromissos” citado acima foi indicação dela.

12. Uma pessoa:

YELLOW: Minha mãe.

13. 3 coisas que você gostaria de fazer antes de morrer:

YELLOW: Saltar de paraquedas, nadar com tubarões e algum trabalho voluntário fora do país (para conhecer outras necessidades e outras formas de lidar com os desafios).

14. Você mudaria algo em sua vida se pudesse voltar no tempo?

YELLOW: Penso em muitas coisas que eu gostaria de mudar, mas não sei se, de fato, faria as mudanças se tivesse a oportunidade. Sempre tem algo do passado que incomoda, mas acho que tudo o que vivi teve seu papel pra eu chegar até aqui.

15. Uma mensagem ou reflexão que te faz sempre seguir em frente:

YELLOW: “O que é nosso está guardado”. Não sei de quem é essa frase, mas a escuto desde muito cedo na vida. Me faz pensar que as coisas sempre vão acontecer como devem acontecer. Que devo respeitar o tempo. E que devo ter fé na vida.

16. Como você se vê na sociedade? Você faz algo para ajudar as pessoas ou gostaria de fazer?

YELLOW: Esse exercício de tentar me ver aos olhos do outro (da sociedade) é algo que eu raramente faço. Acho que sou mais um na multidão. É difícil se destacar hoje em dia. No momento, estou em um projeto social chamado Casa da Santíssima (tem página no Facebook). Temos 10 crianças que passam a manhã na Casa para uma oportunidade de desenvolverem uma nova visão de si e do mundo através do conhecimento, das artes e de muiiito carinho. ❤

17. O que mudaria no mundo?

YELLOW: As desigualdades. Não que eu deseje todo mundo igual. Mas, queria que as desigualdades fossem menos significativas e determinantes.

18. Como você se vê daqui 15 anos?

YELLOW: Sinceramente, nunca soube fazer esse tipo de projeção. Às coisas fogem muito ao nosso controle na vida… Espero estar bem.


Se você curtiu o papo com a Lari, não deixe de acessar agora mesmo o deslumbrante “Yellow”.

Anúncios

2 comentários sobre “Falando coisas… (com Yellow)

  1. Lari Reis 13 de outubro de 2015 / 11:04 AM

    Mais uma vez, obrigada pelo convite e por sempre destacar o Yellow por aqui!! Adorei as imagens/gif que você escolheu para ilustrar o post!
    No mais, espero que seus leitores também gostem de conhecer um pouquinho mais sobre mim.

    Beijos

    • Marcelo 13 de outubro de 2015 / 11:31 AM

      Que nada, eu que agradeço por ter aceitado fazer parte desse projeto que ainda tem muito a crescer. Fico feliz que tenha gostado e tenho certeza que eles irão gostar pra caramba 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.