Britney Spears completa 34 anos de vida! Relembre a carreira da cantora com a nossa retrospectiva especial

Hoje, 2 de dezembro de 2015, é o aniversário de um dos maiores ícones da música pop internacional, mas quem comemora essa data mais do que especial com muita agitação, clipes e novidades somos nós, meus caros leitores. Completando 34 primaveras de pura história, talento, confusão e recordes imbatíveis, a eterna “Princesinha do Pop” Britney Spears festeja mais um ano de vida com uma carreira de causar inveja a qualquer um. Em mais de 16 anos de trajetória que inclui 8 discos de inéditas, 42 singles, 2 álbuns de remixes, diversas coletâneas e mais de 100 milhões de cópias vendidas pelo globo terrestre, é inexplicável o quanto a loira conseguiu crescer e se estabelecer como uma das maiores popstars que o mundo já viu. Atualmente se apresentando em Las Vegas (onde reencarna em cima dos palcos seus maiores sucessos antigos e recentes), a Srtª Spears deverá permanecer até 2017 no “Planet Hollywood Resort & Casino” agradando ao público que decide presenciar o seu elogiado espetáculo de luzes, música e dança: a residência “Britney: Piece of Me”.

Começando ainda muito jovem, quando liberou para o público a viciante “…Baby One More Time” em um longínquo 1998, a verdade é que até o lançamento de seu 3º disco de inéditas – o autointitulado “Britney” (2001) – pouca coisa havia mudado em sua promissora carreira. Atingindo o topo dos charts e emplacando hit atrás de hit que lhe consolidou um seleto grupo de fãs, foi somente com o sedutor “In the Zone” (2003) que Britney passou a tomar maior controle criativo sobre o que era produzido nos estúdios de gravação e lançado sob o seu nome. Ganhando as bênçãos de Madonna e Michael Jackson (artistas que já no início dos anos 2000 respeitaram e reafirmaram o talento nato da até então novata), Spears conseguiu com “Toxic” a sua 1ª vitória no “Grammy Awards”, a maior premiação musical de todos os tempos. Sentada no topo do mundo enquanto via-se como a maior sensação que o pop já vira em anos (para não dizer décadas), a pressão do público e o preço da fama logo começaram a deixar os seus vestígios na doce garotinha da Louisiana.

Em ótima forma física, Britney posa para a sua coleção de lingeries em recente ensaio fotográfico

Inspirando um milhão de outros jovens artistas que hoje, claramente, seguem seus passos muito bem dados há mais de uma década na indústria fonográfica, Britney não mais parece sentir o medo e a insegurança que a afligiram em um distante 2007, a era mais obscura de sua vida. Seguindo o lançamento do disco “Blackout” (2007), um dos maiores marcos de sua carreira ainda em construção àquela época, o projeto surgiu para revolucionar o som dominante das pistas de dança e das rádios de todo o planeta há pouco mais de 8 anos. Sem sombra de dúvidas o trabalho mais experimental de sua discografia, o 5º álbum da performer surgiu para posicionar o seu nome em um patamar de prestígio que hoje faz Britney ser vista não mais como uma cantora pop dona de alguns hits de sucesso, mas sim um símbolo de poder e renascimento jamais registrado antes. Juntando suas forças e sucedendo-o com o espetacular “Circus” (2008) apenas um ano após raspar a própria cabeça e perder a guarda dos filhos na Justiça, foi com este grande disco que Spears conseguiu finalmente deixar as angústias do passado para trás e reerguer não apenas o seu antigo emprego de ouro, mas também a conturbada vida particular.

Percorrendo o globo com a criticada “The Femme Fatale Tour”, a 8ª turnê mundial da entertainer mostrou-se um sucesso de vendas e facilmente integrou a lista dos 25 concertos mais lucrativos de 2011, ocupando a concorrida posição de nº #11 (ultrapassando assim grandes nomes como Lady Gaga, Katy Perry e Kylie Minogue). Rendendo os sucessos “Hold It Against Me”, “Till the World Ends”, “I Wanna Go” e “Criminal”, todos os singles retirados do “Femme Fatale” (2011) não falharam ao entrar para a “Billboard Hot 100”, dentre os quais 3 ocuparam o top 10 (em #1, #3 e #7, à exceção de “Criminal”). Dois anos depois, foi a vez da “Princesa do Pop” presentear seus adoradores com “Britney Jean” (2013), a frustrada tentativa de voltar às rádios mainstream com um disco anunciado como o “mais pessoal de seu catálogo”. Ao final, a nova era acabou por ser encerrada mais cedo que o planejado e infelizmente pouco chamou a atenção do público – apesar de ter rendido a fúria de alguns seguidores mais fiéis que não aprovaram a parceria de Spears com will.i.am e David Guetta.

Águas passadas, a veterana já trabalha pesado no grande sucessor de “Britney Jean” (o último material de inéditas que gravou e lançou), o seu 9º álbum de estúdio que ainda não possui data de lançamento prevista – mas que é estimado para chegar já no próximo ano, em algum momento de 2016. Publicando em suas redes sociais uma foto tirada em um estúdio de gravação ao lado dos compositores Justin Tranter e Julia Michaels (ambos responsáveis por “Good for You”, da Selena Gomez, e “Sorry”, do Justin Bieber), a parceria inédita com os hitmakers pode ser um indício de que muita coisa bacana e imprevisível vem pela frente. “Pretty Girls”, até então anunciada como o first single do novo álbum, poderá nem ingressar a tracklist do #B9, e segundo alguns rumores “Britney já estaria ciente da má recepção de seus últimos projetos”, o que a teria “tornado competitiva mais uma vez. Já podemos acionar o alarme e alertar a concorrência para tomar cuidado com aquela Britney feroz que fez história em menos de duas décadas? Será que uma chama voltou a acender-se dentro da dedicada mamãe do Sean Preston e do Jayden James? Isso só o futuro nos dirá.

De “…Baby One More Time” a “Pretty Girls”: confira a nossa playlist que traz 22 grandes clipes já gravados pela “Princesinha do Pop” e que merecem toda a sua atenção!

De fato, não temos nenhuma ideia do que nos aguarda mais adiante, mas em se tratando de Britney Spears, a “Fênix do Pop”, é de se esperar que esta futura era seja nada menos do que GRANDE. Enquanto nada de novo é divulgado ou cogitado, vem conferir esse álbum recheado de demos, remixes e faixas descartadas que um fã produziu para comemorar o 34º aniversário da cantora. Dentro da distinta tracklist nós podemos encontrar as já queridinhas dos fãs “Just Yesterday”, “Strangest Love” e até mesmo a misteriosa “Sugarfall” em um featuring imperdível com o Pharrell Williams. Parabéns, Britney: você merece todo o sucesso alcançado ao longo da sua movimentada caminhada de altos, baixos e recomeços.

3 comentários sobre “Britney Spears completa 34 anos de vida! Relembre a carreira da cantora com a nossa retrospectiva especial

  1. Lari Reis 2 de dezembro de 2015 / 9:56 PM

    Adorei esse post!
    Se tudo der certo, **spoiler alert** Britney será tema da minha coluna semanal, que vai ao ar amanhã.
    Sobre a primeira foto, por alguns segundos, notei semelhanças com Blake Lively. Pode? hehe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.