7 séries de TV já encerradas que maratonamos em 2017 e merecem sua total atenção

Por mais que a televisão tenha perdido grande parte de sua soberania após a expansão da internet, continuamos anualmente a ser apresentados a diversas novidades que se alistam para competir na acirrada batalha disputa por audiência. Entre novos espetáculos que fazem sua estreia inesperadamente e títulos já conhecidos que retornam para temporadas inéditas, ainda existem aquelas produções que, mesmo depois de concluídas (ou canceladas), permanecem instigando nosso interesse.

Foi pensando exatamente nestas séries de TV já arquivadas que selecionamos, a seguir, 7 que maratonamos neste ano e que não poderão passar batido por você que adora uma atração de qualidade. Ficou interessado? Então confira nossa lista completa de super indicações para acompanhar durante as suas férias de fim de ano e não se esqueça de clicar em cada uma das imagens para assistir a um trailer ou vídeo promocional:

Texto livre de spoilers (claro que algum ou outro necessário para o bom entendimento deste artigo será mencionado mais cedo ou mais tarde, mas de forma sucinta e segura). Boa leitura!

DESPERATE HOUSEWIVES (2004 – 2012)

Exibida: pelo canal ABC / Criada por: Marc Cherry

Gêneros: drama, comédia, mistério

Nº de temporadas: 8 / nº total de episódios: 180 / duração por episódio: 43 minutos

E é com um dos maiores sucessos da gigantesca ABC que abrimos o nosso especial de séries já encerradas que você precisa conhecer! Dando bastante visibilidade para temas como divórcio, traição, tragédias e a mulher no mercado de trabalho, a soap opera de Marc Cherry não deixa a desejar e está constantemente nos surpreendendo com reviravoltas incríveis que nos pegam de surpresa. Vencedora de 6 prêmios Emmy e 2 Globos de Ouro, chegou a ganhar a sua própria versão brasileira há alguns anos: o remake “Donas de Casa Desesperadas”, que contou com a participação especial de Sônia Braga e foi exibido pela RedeTV, em 2008.

Trazendo uma premissa bem interessante, o enredo de “Desperate Housewives” gira em torno do cotidiano quase comum de cinco diferentes donas de casa. Interpretadas por Teri Hatcher, Felicity Huffman, Marcia Cross, Eva Longoria e Nicollette Sheridan, as vizinhas Susan, Lynette, Bree, Gabrielle e Edie não têm do que se queixar sobre a vida que levam na aparentemente perfeita Wisteria Lane, Fairview. Surpreendidas, certo dia, pelo suicídio misterioso da dedicada Mary Alice (Brenda Strong), o grupo vai aos poucos abrindo os olhos para o subúrbio que o cerca e descobrindo as verdades que se escondem por detrás dos gramados bem cuidados de sua tão amável vizinhança. Abordando, em cada temporada, uma história e mistério diferentes, somos gradualmente apresentados a novas donas de casa, dentre as quais devemos citar a suntuosa Renee (Vanessa Williams) e a maníaca por controle Katherine (Dana Delany).

TELENOVELA (2015 – 2016)

Exibida: pelo canal NBC Criada por: Chrissy Pietrosh, Jessica Goldstein, Robert Harling

Gêneros: sitcom, comédia

Nº de temporadas: 1 / nº total de episódios: 11 / duração por episódio: 22 minutos

E já que começamos com “Desperate Housewives”, nada mais justo senão prosseguirmos com este inusitado sitcom da NBC também protagonizado por uma de nossas donas de casa prediletas. Reciclando todo o glamour de Gabrielle Solis, Eva Longoria (que também assina o programa como produtora executiva) é Ana Sofia Calderon, a estrela principal de uma popular telenovela recheada com os maiores clichês de toda e qualquer produção latina. Sem saber falar uma única palavra em espanhol na vida real, a atriz é frequentemente auxiliada por Mimi Moncada (Diana-Maria Riva), sua melhor amiga e também figurinista da atração.

Sustentando status de estrela internacional, Ana Sofia, até então confiante e segura de si, passa a se sentir intimidada com a chegada de Xavier Castillo (Jencarlos Canela) para o elenco de Las Leyes de Pasión; principalmente porque ele, além de muito atraente, é na verdade seu ex-marido infiel. Brincando com situações hilárias que variam desde um ator gay que interpreta um galã heterossexual (Jose Moreno Brooks) a uma veterana invejosa com pinta de Soraya Montenegro (Alex Meneses), “Telenovela” garante ao telespectador boas gargalhadas do início ao fim. Uma pena que tenha sido cancelada logo em sua temporada de estreia!

BODY OF PROOF (2011 – 2013)

Exibida: pelo canal ABC Criada por: Christopher Murphey

Gêneros: drama médico, comédia

Nº de temporadas: 3 / nº total de episódios: 42 / duração por episódio: 42 minutos

Também transmitida pelo grupo ABC já há um bom tempo, “Body of Proof” (“Prova do Crime”,  no Brasil, quando foi exibida pela Rede Globo, em 2013) é a dica perfeita para todos que adoram séries investigativas que ofereçam algum diferencial. Isso porque, ao contrário dos inúmeros e inúmeros CSI’s, nesta acompanhamos os passos de uma equipe completa de médicos legistas que dedica os seus dias a examinar corpos em busca de solução para casos até então impossíveis de solucionar.

Antes uma brilhante e renomada neurocirurgiã, a Dra. Megan Hunt (Dana Delany, também de “Desperate Housewives”) vê sua vida mudar drasticamente após sofrer um acidente automobilístico que custou a precisão de sua coordenação motora. Movida pela perda de um paciente na mesa de operações e pelo inquietante suicídio de seu pai, Hunt se dedica à nova carreira com afinco e não pensa duas vezes antes de passar por cima de qualquer um que se ponha à sua frente – o que, ocasionalmente, a coloca em atrito com a Dra. Kate Murphy (Jeri Ryan), sua superior. Teimosa, orgulhosa e destemida, Megan é o tipo de profissional que dificilmente erra; mas quando comete o menor dos deslizes, faz o possível (e impossível) para restaurar a ordem.

FRIKJENT (2015 – 2016)

Exibida: pelo canal TV2 Criada por: Anna Bache-Wiig, Siv Rajendram Eliassen

Gêneros: crime, drama

Nº de temporadas: 2 / nº total de episódios: 18 / duração por episódio: 45 minutos

Provavelmente nossa recomendação menos conhecida, é com prazer que listamos esta superprodução norueguesa entre tantas norte-americanas que sempre marcam presença por aqui. Liberada internacionalmente sob o título “Acquitted”, logo de início “Frikjent” se preocupa em destrinchar uma trama não menos que envolvente ilustrada pelos belíssimos cenários naturais que somente o norte-europeu tem a nos oferecer. Trazendo nomes bastante talentosos (como o do protagonista Nicolai Cleve Broch), a obra merece nossos aplausos pelas atuações impecáveis de Lena Endre (que interpreta a cruel Eva Hansteen) e Ellen Dorrit Petersen (que dá vida à incompreendida Inger Moen Hansteen).

Após viver 20 anos na Ásia e construir um império multimilionário, Aksel Borgen (Nicolai Cleve Broch) retorna para sua cidade natal a fim de salvar os negócios de uma importante empresa que gera a economia local. O que sua esposa (Elaine Tan) não sabe, todavia, é que antes de deixar a Noruega o marido havia sido acusado pelo brutal assassinato de sua namorada dos tempos de colégio, Karine (Susanne Boucher). Atormentado pela família da vítima, que também é a proprietária da empresa que veio para comprar, o empresário não demora para notar que não é bem-vindo ali e passa a viver um verdadeiro inferno orquestrado por todos que jamais aceitaram sua absolvição. Preso entre o passado e o presente, ele terá que provar mais uma vez sua inocência, tanto perante à Justiça quanto perante à população local.

GOSSIP GIRL (2007 – 2012)

Exibida: pelo canal The CW Desenvolvida por: Josh Schwartz

Gêneros: drama adolescente

Nº de temporadas: 6 / nº total de episódios: 121 / duração por episódio: 43 minutos

Baseada no livro homônimo de Cecily von Ziegesar, foi da noite para o dia que esta prima próxima de “The O.C.” se converteu em um dos maiores sucessos adolescentes de todos os tempos! E não é para menos: além de reunir um time bem interessante de jovens atores, a atração foi feliz ao combinar uma trilha-sonora magnífica às tendências da moda (daquela época, é claro) e ao tão desejado estilo de vida dos ricos e famosos. Completando 10 anos em setembro passado, “Gossip Girl” recebeu um artigo bastante introspectivo que publicamos já há algum tempo. Você confere “Porque Serena van der Woodsen é a melhor personagem de ‘Gossip Girl’” acessando este link!

Passando-se em uma Nova Iorque dos tempos atuais, “Gossip Girl” (“A Garota do Blog”, no Brasil) nos apresenta à vida de dramas e excessos protagonizada por seis adolescentes frequentadores do Upper East Side. Tudo se inicia quando Serena van der Woodsen (Blake Lively) retorna para sua cidade natal decidida a solucionar os problemas que a levaram a passar um longo período afastada dos amigos e familiares. Devendo lidar com as consequências de sua escolha – principalmente pelas desavenças compartilhadas com sua até então melhor amiga Blair Waldorf (Leighton Meester) –, a moça vai aos poucos se reintroduzindo à costumeira rotina de outrora enquanto tenta desviar dos constantes ataques da problemática Gossip Girl: uma blogueira anônima que se ocupa em publicar toda e qualquer fofoca sobre sua vida e a de seus amigos.

UNDER THE DOME (2013 – 2015)

Exibida: pelo canal CBS Desenvolvida por: Brian K. Vaughan

Gêneros: mistério, drama, ficção científica

Nº de temporadas: 3 / nº total de episódios: 39 / duração por episódio: 43 minutos

Por mais que existam diversos comentários depreciativos por aí que desmereçam este grande sucesso da CBS, a adaptação de “Sob a Redoma”, do rei do horror Stephen King, é outro título que não poderíamos deixar de fora de nossa serielist. Também, com a produção executiva de Steven Spielberg e do próprio King não tinha como dar errado, não é mesmo? Vale dizer que no Brasil o show chegou a ser exibido pela Rede Globo sob o título “Under the Dome – Prisão Invisível”, em 2014; e pela TNT como “O Domo”.

Iniciada por uma 1ª temporada que arrecadou respeitáveis 72/100 no Metacritic e 81% no Rotten Tomatoes, a série nos leva para Chester’s Mill, uma pacata cidade do interior que é acometida por um gigantesco e indestrutível globo que recai por toda sua região. Completamente isolados do mundo externo, não demora para que os habitantes locais entrem em conflito sobre o que é melhor para o futuro da cidade, a qual rapidamente se vê sem recursos para abrigar a todos que ali se encontram. Estrelada por Mike Vogel, Rachelle Lefevre, Britt Robertson, Alexander Koch, Colin Ford, Dean Norris e Mackenzie Lintz, “Under the Dome” retrata com perfeição a perversidade humana e as atrocidades que nossa raça é capaz de cometer quando se encontra em situações extremas. Se Big Jim Rennie não é a personagem mais detestável de uma série de TV, então não sabemos qual é!

THE CLIENT LIST (2012 – 2013)

Exibida: pelo canal Lifetime Criada por: Suzanne Martin

Gêneros: drama

Nº de temporadas: 2 / nº total de episódios: 25 / duração por episódio: 43 minutos

Encerrando com chave de ouro, é com prazer que elencamos aqui a audaciosa “The Client List”. Baseada no telefilme de mesmo nome também estrelado por Jennifer Love Hewitt, dirigido por Eric Laneuville e transmitido pelo Lifetime Network, em 2010, a produção acompanha a trajetória Riley Parks, uma amorosa e dedicada mãe de família. Apesar de lidar com as dificuldades financeiras inerentes a qualquer família norte-americana de classe média, Riley vive a vida que sempre sonhou ao lado dos filhos e do marido, Kyle (Brian Hallisay). Entretanto, o cenário muda radicalmente quando Kyle foge de casa sem dar maiores explicações.

Responsável pelas dívidas do casal e correndo o sério risco de ser despejada, a moça sai em busca de emprego e começa a trabalhar no The Rub, uma estimada casa de massagens que também oferece serviços diferenciados para uma lista de clientes especiais. Dividida entre o recato de sua família e as aventuras sexuais que protagoniza em seu ambiente de trabalho, Riley passa a atuar como uma agente dupla e não demora para notar em si um potencial que jamais vira em toda sua vida. Prevista para uma 3ª temporada, “The Client List” foi cancelada após diferenças criativas envolvendo os roteiristas do estúdio e a protagonista, que também exercia a função de produtora executiva ao lado de outros 11 profissionais.

MENÇÕES HONROSAS:

E aí, caro leitor? Já conhecia alguma destas séries de TV? É aqui que abrimos um parêntese para acrescentar, além dos títulos que aparecem em nossa lista, outras produções que também maratonamos neste ano e definitivamente merecem um pouquinho do seu tempo. Assim, destacamos as instigantes “Complications” (2015) e “Stalker” (2014–2015) e, ainda, as aterrorizantes “Penny Dreadful” (2013–2015), “Bates Motel” (2013–2017) e “The Lizzie Borden Chronicles” (2015). Você pode, inclusive, ler um pouco mais sobre estas três últimas acessando o nosso último especial de Halloween.

Para mais conteúdo como este, não deixe de curtir a nossa página no Facebook e nos seguir no Twitter e no Instagram para não perder qualquer novidade.

Anúncios